Qual o melhor plano funerário? Veja diferença para seguro de vida

Publicado em: 8 de agosto de 2022

Se você chegou até aqui, provavelmente, está pensando em adquirir alguma proteção financeira para você e sua família em caso de falecimento. E, então, pode surgir a dúvida: o que é melhor contratar, um seguro de vida ou um plano funerário? 

Isso vai depender das suas necessidades. Vamos entender, a seguir, cada produto e qual é melhor para cada caso. 

Principais características e diferenças do seguro de vida e do plano funerário

Seguro de vida

O seguro de vida é um produto que funciona da seguinte forma:

  • Você paga um valor mensal à seguradora. Esse valor é chamado de “prêmio”;
  • A seguradora, por sua vez, se compromete a indenizar os beneficiários na ocorrência de um falecimento;
  • O valor da indenização e as pessoas que receberão o dinheiro são definidos por você no momento da contratação do seguro;
  • Muitos seguros de vida permitem a contratação de coberturas adicionais, que garantem uma indenização em outras situações difíceis, como invalidez, diagnóstico de doenças graves, internação hospitalar e morte do cônjuge.

O propósito de um seguro de vida é garantir amparo financeiro para pessoas que dependam financeiramente de você caso algo grave aconteça.

Quanto custa um seguro de vida?

O preço de um seguro de vida pode variar muito. Para definir esse valor, as seguradoras geralmente levam em conta idade, profissão, estado atual de saúde e valor da indenização.

Para pessoas com perfil de baixo risco, é possível encontrar alguns seguros por menos de R$ 10/mês (preço de 2022), mas fique atento, pois nesses casos o valor da indenização costuma ser bem baixo. Verifique sempre se a indenização seria suficiente para dar tranquilidade à sua família.

Quando faz sentido contratar um seguro de vida?

Abaixo, listamos algumas perguntas que podem servir de guia para avaliar se um seguro de vida faz sentido para você. Pergunte-se:

  1. Eu sou a principal fonte de renda da minha casa?
  2. Existem pessoas que dependem de mim financeiramente?
  3. Se eu falecer ou tiver uma doença grave, essas pessoas podem ter dificuldade financeira?

 Se as respostas forem sim, faz sentido ter um seguro de vida.

imagem ilustrativa convidando o leitor para ler um artigo sobre procedimentos a serem feitos em caso de falecimento

Os seguros de vida já não têm cobertura de funeral?

A maioria dos seguros de vida tem cobertura individual para funeral, ou seja, garante atendimento apenas no caso de falecimento do titular da apólice. 

Em alguns casos, é possível estender a cobertura para cônjuge e filhos até 21 anos. São bem mais raros (e mais caros) os planos que permitem incluir outros familiares. Por isso, a depender das necessidades da família, pode fazer mais sentido contratar um plano funerário. 

Plano funerário

O seguro funerário tem um funcionamento parecido em alguns sentidos:

  • Você paga um valor mensal;
  • Ao ocorrer o falecimento do titular ou de qualquer beneficiário do plano, os serviços relacionados ao funeral são realizados pela empresa responsável sem custo adicional para a família.

Apesar de funcionamento similar, o propósito do produto é um pouco diferente. Para entender melhor, vamos falar rapidamente sobre o serviço de funeral.

Os serviços funerários têm um custo bastante alto, que no Brasil costuma ficar entre R$ 4 mil e R$ 8 mil. O valor varia em função da região e dos tipos de serviço prestados. Uma cremação, por exemplo, custa mais que um sepultamento.

Leia também: Como funciona a cremação, plano funerário familiar, taxa de sepultamento

Esses são valores para um funeral de qualidade, mas sem luxo. Se entrarmos nos funerais de alto padrão, os valores tendem a ser bem maiores.

Além disso, pode ser bem desgastante ter que buscar um agente funerário, negociar valores e condições de pagamento e lidar com toda a burocracia envolvida durante a perda de um ente querido.

Nesse sentido, o plano funerário cobre os custos dos serviços e desonera a família de várias tratativas com o agente funerário e o cemitério.

Quanto custa um plano funerário?

Mais uma vez listamos algumas perguntas que podem servir de guia, lhe ajudando a escolher e determinar qual o melhor plano funerário para você ou sua família. Quanto mais respostas forem sim, a escolha de um plano funerário faz mais sentido que a de um seguro de vida:

Fique atento na hora de comparar os planos. Veja como escolher um plano funerário.

Quando faz sentido contratar um plano funerário?

Mais uma vez listamos algumas perguntas que podem servir de guia. Quanto mais respostas forem sim, mais um plano funerário faz sentido no seu caso:

  1. Se eu ou minha família tiver que pagar um funeral, teremos que nos endividar ou gastar uma parte importante das economias?
  2. Existem pessoas que eu ou minha família precisaria auxiliar financeiramente em caso de um falecimento?
  3. No caso de um falecimento, eu gostaria de contar com alguém especialista para me ajudar com as burocracias?
  4. Creio que não me sentiria em condições de negociar valores e condições de pagamento logo após o falecimento de alguém próximo?

Em dúvida entre seguro de vida e plano funerário? Fale com nossa equipe

A equipe da Neo Assistência sabe o quão delicado pode ser o momento de escolha entre um seguro de vida e um plano funerário, por isso está à disposição para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, basta entrar em contato pelo site. 

Se você acha que um plano funerário pode fazer sentido para você, conheça aqui as opções que oferecemos.

Planos funerários completos
a partir de 59,90 R$

Acesse nosso site e conte com uma assistência completa para você e toda sua família!

Queremos proporcionar maior tranquilidade aos nossos clientes. Nos comprometemos a auxiliar as pessoas a se planejarem e encontrarem acolhimento e orientação em momentos delicados.

Postagens Relacionadas

Newsletter

Faça a sua inscrição e receba atualizações do nosso blog!

    Categorias

    Materiais Ricos

    Posts recentes